Anexo Casa Lacerda

Lapa, Brasil

“Qua campos verdes, que alegre terra,

Terra mais bela que esta não há;

(…)”

Com a intenção de agregar novos valores ao conjunto Museu Casa Lacerda + Anexo, sem o prejuízo das características históricas hoje mantidas, o plano de ocupação do novo projeto recorre a duas estratégias visuais: uma referenciada ao que se percebe a partir da Casa Lacerda e outra estabelecida pelas condicionantes determinadas a partir da Travessa Francisco Brito de Lacerda. Duas visões opostas que se complementam na definição das possibilidades de projeto do Edifício Anexo. Por um lado, visa-se respeitar a configuração espacial urbana e arquitetônica da Casa Lacerda inserida no loteamento de seu Centro Histórico e, por outro, referenciá-la à sua própria história de casa da elite campeira: com as vistas liberadas para os morros circundantes e, por isso mesmo, entendida como casa assentada no alto de um promontório.

Da Sala do Relógio e dos canteiros de flores da tijoleira, o objetivo é garantir a vista em direção aos morros circundantes. Desta forma, a implantação menos impactante foi situar o novo volume do Anexo no lado norte do terreno. Assim, alinha-se o Anexo com as aberturas da casa histórica, além de seus serviços ocorrerem em nível a partir do pátio de tijolos, que se estende em uma nova varanda orientada à leste (nascente), onde podem ocorrer atividades e espetáculos vinculados à função de Casa Patrimônio do IPHAN.

A partir do nível inferior, o da travessa, busca-se uma analogia histórica à visual pertencente à parte residencial, isto é, de casa assentada em um promontório. Para isso, cria-se uma praça, a partir de dois planos inclinados: uma área verde com rampa de acesso à tijoleira (inc. 8.33%), e outro pavimentado de acesso à área administrativa, biblioteca e espaços multiuso (inc. 5%). O primeiro plano inclinado abraça o poço existente (recuperado e vinculado a um sistema de irrigação). O segundo plano inclinado conduz à uma praça cívica mais reservada a eventos vinculados aos cursos e área administrativa do conjunto. Este acesso fica a 0.90m abaixo do nível da rua, no meio interior do terreno. O hall de acesso articula a distribuição coberta a todo o conjunto, seja através da escada lateral ou do elevador, mais reservado para portadores de necessidades especiais.

O edifício Anexo possui um grande embasamento em pedra da Lapa, que assume a extensão de toda a praça e conforma a rampa de acesso secundário ao Museu Casa Lacerda. O volume superior, no formato de um paralelepípedo branco, apresenta intencional neutralidade. Seu sistema construtivo é convencional, de concreto armado in loco. Este volume se assenta discretamente no nível da tijoleira no andar superior, onde temos o café-livraria (loja), a cozinha-oficina, e o espaço de exposições – este último ambiente com entradas estratégicas de luz. O recorte final do percurso emoldura a vista dos morros, numa releitura contemporânea das aberturas da casa tradicional.

Já a integração paisagística próxima ao Museu Casa Lacerda, se dá principalmente através da requalificação dos pátios laterais da casa (mantendo o posicionamento das árvores frutíferas, da horta, da tijoleira), onde o pavimento com pedra da Lapa volta a definir o percurso (com acessibilidade universal), marcando claramente esta etapa da intervenção.

Ano: 2019
Local: Lapa, Paraná, Brasil
Área: 560 m2